recollection lab.

Scroll to Info & Navigation

Italian essentials:

E quem aqui não ama uma boa massa ao sugo, hã? Ha um tempinho atrás descobri a tradicional chef iltaliana Marcella Hanzan e sua mais tradicional ainda - e muito prática!!!! - receita de molho de tomate. 

Virei fã desde então e, em dias como essa segunda, que fui escalada pra fazer o almoço essa opção é tiro e queda pra agradar a todos (e a cozinheira também.. que conseguiu até fazer esse post enquanto o molho depurava)

Vamos a receita:

3 colheres de sopa de manteiga (a original usa 5, mas né..)

Meia cebola (sim, a cebola deve ser cortada ao meio e vai pra panela assim mesmo, quando tenho uma cebola pequena, uso ela inteira partida ao meio)

2 latas de tomate pelado italiano

sal a gosto

E só! Para preparar coloque tudo numa panela e deixe ferver por cerca de 45min. Voilá! Melhor molho de tomate da vida! 

A receita original ensina retirar a cebola antes de servir, ela serve para dar gosto apenas, por isso não precisa ser picada.. mas nós, cebola lovers aqui de casa, amamos como ela fica desmanchando.. e lógico que vai pro prato! Buon Appetito!

pink tribal touch:

Algo drástico precisava ser feito para que essa peça voltasse a vida, concordam!? Como ela ficava um pouco grande pra sua dona.. Colete foi a solução!

Sem as mangas, sem a gola e todo trabalhado na fita étnica rosa com turquesa, em cima formando uma estampa, e nas costuras, pra tapar amarelados e ornar tudo, o colete ta prontinho pra primavera! 

wedding essentials:

Quando se economiza no vestido dá até pra pra fazer uns gastinhos extras, daqueles que a gente aproveita pra festa, e pra outras ocasiões também, claro. O meu extra ficou por conta dessa peruca de franja. Siiim! Quando me deparei com esse “cucuruto” em uma peluqueria em Porto Alegre (http://www.marryperucas.com.br/marry/) achei a solução pro meu dilema ter franja ou não ter franja, como o preço desse cabelo natural não me assustou muito ($280) achei que valia o investimento. Trouxe pra casa, cortei como eu sempre sonhei - uma franjinha alá Sienna Miller no filme Alfie - tonalizei da minha cor e agora tenho (ou não) minha franjinha.

fun with fur:

O frio que estava de férias resolveu voltar e, quando ele vem a gente ataca ele com.. Peles! Claro! Pode ser que não esteja mais tão frio pra vestir elas, mas, usá-las nos acessórios is so much fun! As fotos acima são duas customizações recém saídas do lab. O sapato ganhou ares de inverninho com um retalho de pêlo, que foi pensado com essa fitinha, que amarra no sapato, podendo assim, sair quando o calor do verão chegar. A bolsa tinha desgastes que foram cobertos com o pelo e com a renda principalmente, pena não ter as fotos do antes - por culpa de um cartão SD corrompido =/ - mas, dá pra ter uma noção quanto melhor (e lindaaaa!) ficou, certo!?

last minute d.i.y:

Ahh mas eu não poderia ir viajar sem fazer pelo menos um upcyclezinho pra mim, não acham!? Como o tempo que sobrou fui muito muito curto, uma customização muito muito rápida com uma ideia que partiu da minha mais nova - novinha mesmo, 15 aninhos - cliente, a Sofia, essa jovem designer promete!

fur upcycle #27:

Em mais uma reciclagem de pele as mangas do ex casaco da Jady serviram pra fazer um segundo colete. Siim, ela ficou com dois coletes de pele! Quer saber o porque!? Quem é mãe de filha adolecente sabe! Heheh.. O pulo do gato dessa customização ficou por conta de outra peça, um casaco de couro (que infelizmente meu cartão da câmera estragou e acabei perdendo as fotos “antes” desse projeto) que, literalmente, serviu de base para o novo colete, mesmo sem fotos acho que dá pra entender, certo!? Precisei tirar as mangas dele também e voilá.. Colete frente pelo/costas couro, suuuuper utilitário! Queria pra mim! =p

2 em 1:

Por mais lindo que seja, de nada adianta um casacão de pele parado no armário. O da Cathy era assim, bem moderno, bem lindão, bem folk com essa acabamento franjado, mas, nada de ela conseguir usar. E o pior! Quando o evento pedia, a “pobrezinha” nem tinha uma estolinha pra usar.. que pecado!! hehehe!

But not anymore! Pele casual em forma de colete e pele social em forma de estola estão na mão, pra essas belezuras brilharem fora do armário finalmente!

 we love lasagna: 

Ahhh pra que mais tradição que a boa e velha lasagna!? A da minha mãe é uma delícia! A do meu pai também! MAS, no almoço do dia dos pais ouvi boatos que essa minha versão pode vir a ser até melhor! 

Então, vem comigo nos links (e nos toquinhos pessoais) que usei nessa receita e supreenda a family toda! 

Começando pelo molho vermelho/bolognesa: 

http://gnt.globo.com/receitas/receitas/molho-bolonhesa-da-rita-lobo.htm

Adoro as receitas que a Rita Lobo faz no Cozinha fácil do canal GNT. Muito me baseio nelas e troco uma coisa ou outra de acordo com meu gosto, como nesse molho, ao invés de usar salsão, usei uma abobrinha que acho mais gostosa (e que tem tudo a ver com molho vermelho, deixa ele “levinho”) - e não, não apurei o molho 3 horas, sorry Rita. 

O molho branco/bechamel é igualzinho o dela sem tirar nem pôr. Ele serve para 427 receitas e sozinho numa massinha é delicioso também: 

http://gnt.globo.com/receitas/receitas/molho-branco-da-rita-lobo-bechamel.htm

Tudo pronto pra montar o prato e concordo com a Rita no quesito presunto, mas não no quesito queijo. Minha montagem é como a dela, mas, antes de começar uma nova camada.. Tasca-lhe queijo mussarela (e pesando bem..uns toquinhos de gorgonzola ficariam delícia, hein!?) o link da montagem é esse: 

http://gnt.globo.com/receitas/receitas/lasanha-bolonhesa-classica-da-rita-lobo.htm

Prontinho! Qualquer dúvida consulte sua mãe, pai, tio, tia, avó.. Sempre tem alguém na família com um segredinho especial para pratos tão tradicionais como esse. O da minha mãe é colocar um pouco de molho de pimenta no molho vermelho, ele fica mais fortinho, mais vermelhinho e beeem mais gostoso. =)

we love lasagna:

Ahhh pra que mais tradição que a boa e velha lasagna!? A da minha mãe é uma delícia! A do meu pai também! MAS, no almoço do dia dos pais ouvi boatos que essa minha versão pode vir a ser até melhor! Então, vem comigo nos links (e nos toquinhos pessoais) que usei nessa receita e supreenda a family toda! Começando pelo molho vermelho/bolognesa: http://gnt.globo.com/receitas/receitas/molho-bolonhesa-da-rita-lobo.htm Adoro as receitas que a Rita Lobo faz no Cozinha fácil do canal GNT. Muito me baseio nelas e troco uma coisa ou outra de acordo com meu gosto, como nesse molho, ao invés de usar salsão, usei uma abobrinha que acho mais gostosa (e que tem tudo a ver com molho vermelho, deixa ele “levinho”) - e não, não apurei o molho 3 horas, sorry Rita. O molho branco/bechamel é igualzinho o dela sem tirar nem pôr. Ele serve para 427 receitas e sozinho numa massinha é delicioso também: http://gnt.globo.com/receitas/receitas/molho-branco-da-rita-lobo-bechamel.htm Tudo pronto pra montar o prato e concordo com a Rita no quesito presunto, mas não no quesito queijo. Minha montagem é como a dela, mas, antes de começar uma nova camada.. Tasca-lhe queijo mussarela (e pesando bem..uns toquinhos de gorgonzola ficariam delícia, hein!?) o link da montagem é esse: http://gnt.globo.com/receitas/receitas/lasanha-bolonhesa-classica-da-rita-lobo.htm Prontinho! Qualquer dúvida consulte sua mãe, pai, tio, tia, avó.. Sempre tem alguém na família com um segredinho especial para pratos tão tradicionais como esse. O da minha mãe é colocar um pouco de molho de pimenta no molho vermelho, ele fica mais fortinho, mais vermelhinho e beeem mais gostoso. =)